Volontari al CAB Centro Accoglienza Betânia CMV COMIVIS
No dia 2 de novembro aconteceu no Centro de Acolhida Betânia, em Belo Horizonte, um grande evento com a participação de cerca de 300 voluntários que se colocaram à disposição para a reforma de alguns ambientes do Centro.

Estavam presentes entre os voluntários, funcionários do Banco ITAÚ, estudantes do CEFET, membros da ONG “Cidades sem fome”, colaboradores do Centro de Acolhida Betânia (CAB), missionários e missionárias da Comunidade Missionária de Villaregia (CMV), os educadores e seus familiares. Participaram ainda da iniciativa outras 310 pessoas, entre crianças e adolescentes do CAB, acompanhados de seus pais.

Os trabalhos - O Banco Itaú, através da Fundação Itaú, promove a cada ano doações para auxílio a entidades filantrópicas no Brasil. Este ano o Centro de Acolhida Betânia foi escolhido como destinatário desta ajuda e, graças aos voluntários, foi possível realizar diversos trabalhos entre os quais: o conserto da rede de proteção do campo de futebol, a pintura do muro, da grade e da casa de ferramentas, a cobertura com grama de uma área de cerca de 300 metros quadrados na área do playgroud, a pintura e a reforma do piso da casa dos brinquedos, a criação de uma horta e outros pequenos trabalhos de manutenção. 

A alegria de doar - Os voluntários chegaram junto com os primeiros raios de sol e, uma vez vestidos a camisa com a escrita “Sou voluntário”, se colocaram ao trabalho em diversas funções.

“Foi um momento muito especial”- comentou Angélica Ramos, que faz parte do grupo dos casais missionários da CMV e responsável pelo Centro de Acolhida - “todos contribuíram para tornar este lugar ainda mais bonito graças às suas habilidades, dons e talentos. Os voluntários entreteram as crianças e os adolescentes que vieram ao Centro com jogos, oficinas de bijuterias, pintura, contação de histórias, além de outros brinquedos  que contribuíram para alegrá-los ainda mais. Os voluntários ofereceram ainda um lanche para todos e outras guloseimas. Foi um dia muito agradável. Podia-se ver nos olhos dos voluntários e dos jovens a alegria de doar um serviço e de recebê-lo”.

Os frutos do Centro de Acolhida - “Não faltaram momentos tocantes” - conta Maria Pansanato, que também dedicou mais de 20 anos ao Centro de Acolhida - “Foi comovente ver Gustavo, um jovem funcionário do Banco Itaú se apresentar aos outros como uma «ex-criança do Centro de Acolhida». Ele mesmo se apresentou e contou seu testemunho daquilo que recebeu nos anos que passou no Centro. Estes testemunhos são para nós carícias de Deus, porque por anos nós doamos a vida para que estas crianças possam um dia realizar na vida os seus sonhos”.

Os voluntários ficaram muito tocados pelo ambiente e pelo clima familiar e não faltaram elogios às crianças e adolescentes do Centro pelo seu comportamento educado e acolhedor. Este dia irá certamente permanecer para sempre nos corações daqueles que tiveram a sorte dele participar.

Veja o vídeo com belas imagens dos trabalhos!

 

 

Volontari al CAB Centro Accoglienza Betânia CMV COMIVIS
Volontari al CAB Centro Accoglienza Betânia CMV COMIVIS
Volontari al CAB Centro Accoglienza Betânia CMV COMIVIS
Volontari al CAB Centro Accoglienza Betânia CMV COMIVIS
Volontari al CAB Centro Accoglienza Betânia CMV COMIVIS
Volontari al CAB Centro Accoglienza Betânia CMV COMIVIS
Volontari al CAB Centro Accoglienza Betânia CMV COMIVIS
Volontari al CAB Centro Accoglienza Betânia CMV COMIVIS
Volontari al CAB Centro Accoglienza Betânia CMV COMIVIS
Volontari al CAB Centro Accoglienza Betânia CMV COMIVIS
Volontari al CAB Centro Accoglienza Betânia CMV COMIVIS