Terça-feira, 23 de junho

Os trabalhos assembleares continuaram na manhã com um aprofundamento de Pe. Cencini seguido de perguntas dos assembleares. À tarde se iniciou a partilha das relações de cada comunidade: uma síntese do caminho, dos desafios e das perspectivas de cada sede local da CMV. Expuseram os responsáveis das comunidades de Arecibo, Belo Horizonte, Ímola e Lima.

O dia se concluiu com a celebração eucarística presidida por Pe. Luis Carlos de Carvalho, missionário brasileiro da CMV de Nola.

Também hoje o dia começou com a escuta e a meditação da Palavra do dia com a oração do Adsumus, que nos convida a rezar juntos com todos os participantes da Assembleia:

Estamos aqui diante de Ti, ó Espírito Santo: sentimos o peso das nossas fraquezas, mas estamos todos reunidos no Teu nome; vem a nós, assiste-nos, vem em nossos corações: Ensina-nos Tu o que devemos fazer, mostra-nos Tu o caminho a seguir, completa Tu mesmo aquilo que a nós foi pedido.

Seja Tu somente a sugerir e guiar as nossas decisões, porque Tu somente, com Deus Pai e com o seu Filho, tem um nome santo e glorioso: não permita que seja lesada a nossa justiça, Tu que amas a ordem e a paz; não nos faça desviar na ignorância, não nos faça parciais pela simpatia humana, não nos influenciem os cargos e as pessoas; mantenha-nos junto a Ti com o dom de Tua graça, porque somos uma só coisa em Ti e nada nos desviará da verdade.

Faça que reunidos em Teu santo nome saibamos conciliar bondade e firmeza para fazer tudo em harmonia contigo, na espera que, pelo fiel cumprimento dos deveres, nos sejam dados no futuro os prêmios eternos. Amém. 

 Veja as fotos do dia.

 

Segunda-feira, 22 de junho

Os assembleares iniciaram o dia com a oração. Como de costume, Pe. Amedeo Cencini ofereceu uma breve meditação sobre a Palavra do dia.Um breve conto de Doroteo de Gaza - monge da Palestina – estimulou cada um dos missionários a olhar com verdade a si mesmo e com benevolência ao próximo. Doroteo de fato escreveu: “Alguns possuem um temperamento que transforma cada coisa em bom humor, até mesmo os alimentos ruins... os porcos tem uma boníssima constituição. Comem a vagens, as sementes de tamareira e as imundícies. No entanto transformam este alimento em carne suculenta. Também nós, se tivermos bons hábitos e um bom estado de humor, podemos tirar proveito de tudo, até mesmo do que não é útil. O diz muito bem o livro dos Provérbios: ‘Quem olha com benevolência obterá misericórdia’ (12,13). Mas em outro lugar: ‘Para o homem insensato cada coisa é contrária’ (14,7). Ouvi dizer de um irmão que, andando com um outro, encontrou sua cela descuidada e em desordem. Dizia dentro de si: ‘Quanto é feliz este irmão porque é totalmente desligado das coisas terrenas e eleva tão bem seu espírito para o alto a ponto de não ter mais tempo para arrumar sua cela!’. Se depois, andando com um outro irmão, encontra a cela em ordem e limpa, dizia dentro de si: ‘A cela deste irmão é limpa como sua alma. Tal é o estado da sua alma, tal é o estado de sua cela!’. Nunca dizia a respeito de alguém: ‘Este é desordenado’ ou ‘este é frívolo’. Graças ao seu excelente estado de humor, tirando lucro de tudo. Deus na sua bondade dá também a nós um bom estado de ânimo para que possamos desfrutar de tudo e não pensar mais mal do próximo. Se a nossa malícia nos inspira julgamentos ou suspeitas, transformemo-los rapidamente em pensamentos bons. De fato, o não ver o mal do próximo gera, com ajuda de Deus, a bondade”.

A segunda semana de trabalho assemblear começou com um dia dedicado à partilha das repercussões, contribuições novas e perguntas suscitadas pela escuta, nos dias anteriores, dos diversos relatos sobre a CMV.

Alguns dos assembleares tomaram a palavra para dar a própria contribuição à reflexão, com espírito construtivo, propositivo e fraterno. O clima de escuta recíproca e a participação ativa são a característica do dia.

A Celebração eucarística foi presidida por Pe. Gilberto da Silva, missionário da CMV de São Paulo (Brasil).

 Veja as fotos do dia.

 

Domingo, 21 de junho 

Dia de repouso e fraternidade com a saída dos assembleares a Gaver, uma área verdejante localizada no Parque de Adamello. Cenário encantador, caracterizado por verdes prados, florestas de pinheiros e de uma planície banhada pelas águas límpidas do rio Caffaro.

Os missionários e as missionárias participaram da santa missa das 19 horas com a Comunidade de Lonato.

 Veja as fotos do dia.

 

Argomenti: Assembleia Geral 2015