"A ressurreição é o coração da nossa esperança" (Papa Francisco)

Vivemos juntos com toda a Igreja os dias da Paixão que nos recordou como são sérias e terríveis as consequências de cada escolha do mal, no nível pessoal e social. Basta-nos pensar na sequência contínua de atentados que parece prolongar indefinidamente o massacre bárbaro de tantos inocentes e tanta destruição inútil. Ao ler os relatos dos Evangelhos sobre os últimos dias da vida de Cristo, talvez com facilidade nos identificamos com a multidão que está assistindo a tudo sem fazer nada, nos descobrimos também fracos e frágeis diante da provação, como os amigos mais íntimos de Jesus.

Mas a Páscoa rompe a noite de nossas dores e é plantada no coração da história como pilar central de toda a nossa fé. Nos recorda que o Senhor da Vida desceu às entranhas da história como semente indestrutível de vida e de amor, mais forte do que toda a morte e todos os males.

Celebrar a Páscoa significa, então, renovar hoje a nossa confiança e nossa esperança. Primeiramente em Deus, depois nos irmãos, como também em nós mesmos, na imensa potencialidade de vida e de bem que Deus colocou em cada um de nós.

A Todos vós os nossos melhores desejos de uma santa e feliz PÁSCOA

P. Amedeo Porcu - Presidente da CMV